Autor: geral

Kris Meeke vence Rali da Água Transibérico Eurocidade Chaves-Verín

Kris Meeke/Brian Hoy (Hyundai i20 Rally 2) são os vencedores do Rali da Água Transibérico Eurocidade Chaves-Verín, com Armindo Araújo/Luís Ramalho (Skoda Fabia RS Rally2) a serem segundos, a apenas 1.8 segundos de diferença. 

Os dois pilotos foram alternando posições cimeiras, ao longo dos dois dias de prova, chegando à Super Especial 2, disputada na zona urbana de Chaves, com uma diferença de 0.6s!, a favor do piloto de Santo Tirso. No entanto, Kris Meeke não só venceu como converteu o atraso em 1.8s de avanço na super especial que encerrou o Rali da Água Transibérico Eurocidade Chaves-Verín e transmitida pel’ A Bola TV.  

Com o Campeonato Portugal de Ralis (CPR) ao rubro assistiu-se, ao longo dos dois dias, a classificativas bem disputadas, dificultadas pela chuva que se fez sentir na região e a um percurso bastante exigente, em termos de condução, reconhecido por muitos dos pilotos presentes.

Luta pelo triunfo até ao fim, decisão à décima de segundo na derradeira especial, um rali muito difícil cheio de armadilhas e onde as boas e más escolhas de pneus foram decisivas, com resultados que permitem que a decisão do título se desenrole nas próximas provas, com os quatro candidatos ainda mais juntos em termos pontuais.

O pódio ficou completo, com o terceiro lugar a ser ocupado por José Pedro Fontes/Inês Ponte (Citroen C3 R5), a 42.3 segundos de Kris Meeke.

Nas duas rodas motrizes, a vitória foi conquistada por Gonçalo Henriques/Gonçalo Cunha (Renault Clio Rally 5). Hugo Lopes/Tiago Neves (Peugeot 208 Rally 4) foram segundos e Ricardo Sousa/Luís Marques (Peugeot 208 Rally4) terceiros.

 O Rali da Água Transibérico Eurocidade Chaves-Verín foi organizado pelo CAMI Motorsport e contou com o importante apoio dos municípios de Chaves e Verín (Galiza, Espanha), bem como da Escuderia de Ourense e Eurocidade Chaves-Verín. Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK) e Real Federación Española de Automovilismo (RFEDA) apoiaram também o Rali da Água.

Foto: Ricardo Magalhães/CAMI Motorsport

Rali da Água Transibérico Eurocidade Chaves-Verín com muitas novidades e principais pilotos nacionais em prova

O Rali da Água Transibérico Eurocidade Chaves-Verín está quase a começar (dias 15 e 16 de setembro) e, este ano, com muitas novidades. Desde logo, a sua internacionalização, com classificativas em Verín (Espanha), passando por duas super especiais (sexta, às 21h00, e sábado, às 18h00), na zona urbana de Chaves, e um sunset, a fechar o programa, com a presença da DJ Merche Romero.

Em termos desportivos, as estradas da Eurocidade Chaves-Verín vão dar, certamente, um importante contributo nas contas e no desfecho futuro dos campeonatos nacionais de Ralis 2023. 

Com os três primeiros classificados do Campeonato Portugal de Ralis (CPR) separados por apenas 12 pontos e com o campeão em título logo atrás, prevê-se dura e renhida a luta pela vitória na edição 2023 de Rali da Água, a primeira a marcar a parceria com a nossa vizinha Galiza.

Com a presença confirmada dos principais pilotos – Armindo Araújo, Bernardo Sousa, Miguel Correia, José Pedro Fontes, Kris Meeke, Ricardo Teodósio, o multi campeão espanhol Victor Senra – será uma edição com muitos e variados motivos de interesse para o público.

Também no Campeonato Portugal de Ralis 2 Rodas Motrizes (CPR 2RM), a luta prevê-se interessante com os três primeiros classificados separados, atualmente, por 14 pontos. Esta edição conta com a presença flaviense Luís Delgado, candidato à vitória nesta categoria.

Uma estrutura com 10 classificativas, duas delas com o formato de Super Especial, a disputar no encerramento dos dias de sexta e sábado, serão muitos e interessantes os locais para ver a prova. O piloto flaviense Pedro Salvador, vai abrir todos os troços, como Carro 0.

As duas super especiais – a disputar na zona urbana de Chaves, na sexta, às 21h00, e no sábado, às 18h00 – terão transmissão em direto, na Bola TV, media partner da prova, para além da TSF.

Outra novidade para o público é a possibilidade de circular e interagir com os pilotos no Parque de Assistência, que será instalado junto ao Regimento de Infantaria N.º 19.

Esta quinta-feira, às 21h00, em frente à Biblioteca Municipal de Chaves, haverá uma partida simbólica do rali.

Para além da componente desportiva, o Rali da Água vai terminar com a cerimónia de pódio, logo seguido de um sunset, com a presença da DJ portuguesa Merche Romero.

Tudo motivos de interesse para estar presente em Chaves e Verín, onde vão decorrer, no sábado, algumas classificativas.

Veja os melhores pilotos nacionais e vários estrangeiros de renome, sempre em segurança. Não se exponha ao perigo, respeite as indicações das autoridades e desfrute de um grande rali.

O Rali da Água Transibérico Eurocidade Chaves-Verín é organizado pelo CAMI Motorsport e conta com o importante apoio dos municípios de Chaves e Verín (Galiza, Espanha), bem como da Escuderia de Ourense e Eurocidade Chaves-Verín. Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK) e Real Federación Española de Automovilismo (RFEDA) apoiam o Rali da Água.

Apresentação oficial do Rali da Água Transibérico Eurocidade Chaves-Verín

O Rali da Água Transibérico Eurocidade Chaves-Verín é, oficialmente, apresentado esta quinta-feira, dia 7, pelas 20h00 (19h00 em Portugal), na Plaza Garcia Bárbon, em Verín (Espanha).

A cerimónia vai contar com as presenças do Alcalde de Verín, Gerardo Seoane, do presidente da Câmara Municipal de Chaves, Nuno Vaz, do presidente da Escuderia de Ourense, Jano Fraga, e do presidente do CAMI Motorsport, Nuno Loureiro, que fará a apresentação da prova.

Convidamos os órgãos de comunicação social a estarem presentes nesta cerimónia. 

O Rali da Água Transibérico Eurocidade Chaves-Verín disputa-se nos dias 15 e 16 de setembro, numa organização do CAMI Motorsport e com o importante apoio dos municípios de Chaves e Verín (Galiza, Espanha), bem como da Escuderia de Ourense.Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK) e Real Federación Española de Automovilismo (RFEDA) apoiam o Rali da Água.

Grande espectativa e muitas novidades para o Rali da Água Transibérico Eurocidade Chaves-Verín

O Rali da Água Transibérico Eurocidade Chaves-Verín disputa-se nos dias 15 e 16 de setembro, numa organização do CAMI Motorsport e com o importante apoio dos municípios de Chaves e Verín (Galiza, Espanha), bem como da Escuderia de Ourense.

A apresentação oficial do Rali vai acontecer dia 7 de setembro, na cidade galega de Verín.  

Este ano, a prova está recheada de novidades: dia 14, às 21h00, frente à Biblioteca Municipal de Chaves, uma partida simbólica. Dia 15, pelas 20h50, no centro de Chaves, uma Super Especial, que se repetirá no dia seguinte, a partir das 17h50. 

No dia 16, o Rali da Água chega a terras galegas, mais propriamente à cidade de Verin, onde serão disputadas a maior parte das classificativas.

O público terá oportunidade de ver bons espetáculos, em total segurança, e com possibilidade de conviver de perto com os pilotos. Para isso, terá, brevemente, a possibilidade de consultar o Guia da Prova, na página oficial do CAMI Motorsport (www.cami.pt) e nas suas redes sociais. 

Este é o ano de arranque da internacionalização da prova, pretendendo atrair mais público e pilotos para a prova. Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK) e Real Federación Española de Automovilismo (RFEDA) apoiam o projeto, estando previsto também uma vasta cobertura mediática pelos órgãos de comunicação social nacional e da Galiza.

O Campeonato Portugal de Ralis (CPR) beneficiará com a extensão à Galiza, prevendo-se uma disputa ainda maior pelos primeiros lugares.Tudo bons motivos para a presença do público, especialmente o mais jovem, que terá também, após a entrega de prémios, no dia 16, a possibilidade de participar num “sun set”, numa parceria com alguns bares de Chaves.

7.ª Prova do CPR além fronteiras – Rali da Água passa a Transibérico Eurocidade Chaves-Verín (Espanha)

O Rali da Água-Transibérico Eurocidade Chaves-Verín disputa-se nos dias 15 e 16 de setembro, numa organização do CAMI Motorsport. Este ano com uma grande novidade: a prova, com epicentro no Município de Chaves, vai ter alguns troços cronometrados na região da Eurocidade Chaves-Verín (Espanha). É a internacionalização de um rali já consolidado no panorama do automobilismo português, inserido no Campeonato de Portugal de Ralis (CPR), com grande potencialidade de crescimento.

“Era um desejo antigo do CAMI e do Município de Chaves que o Rali da Água, devido à sua localização geográfica, atravessasse a fronteira. Julgo ser uma grande mais valia para o CPR e para o Rali da Água, em termos de comunicação e captação de aficionados. A Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK) entendeu, logo desde o início, o potencial e mais valia para o CPR a existência de uma prova transibérica e tratou de estabelecer contactos com a Real Federación Española de Automovilismo (RFEDA), que também recebeu o projeto com satisfação. Outra entidade importante foi a Escuderia de Ourense, que recebeu e está a trabalhar ativamente no projeto com grande otimismo, assim como o Ayuntamento de Verín e órgãos de comunicação espanhóis. Julgo que estão reunidos todos os ingredientes para que o já excelente Rali da Água seja, num futuro próximo, uma prova de topo”, afirma Nuno Loureiro, presidente do CAMI Motorsport.

O percurso, considerado por muitos pilotos como um dos melhores ralis de asfalto do campeonato, está a ser preparado com o apoio dos municípios de Chaves e Verín.

A sua localização geográfica – proximidade com a Comunidade Autónoma da Galiza – e a marca Água são mais valias que a própria prova potencia, com impacto na comunicação social regional, nacional e do país vizinho, bem como dos fãs portugueses e galegos do automobilismo.

Este ano, o Rali da Água ganha uma maior projeção com a integração e apoio da Eurocidade Chaves-Verín (Agrupamentos Europeus de Cooperação Transfronteiriça). Um destino que abrange dois países e uma das maiores concentrações de fontes termais da Europa, que deram origem a um património termal único e à mais inovadora oferta de bem-estar. E também vinho e gastronomia, fortalezas da fronteira, o Caminho de Santiago, entre muitos pontos de interesse.

Este é um salto na internacionalização da prova, com projeção mediática na Península Ibérica, sobretudo na região Norte de Portugal e na Comunidade Autónoma da Galiza.

O CAMI Motorsport está a desenvolver todos os esforços para que a edição de 2023 seja histórica e ainda mais atrativa.

RALI DA ÁGUA – CIM Alto Tâmega consagra Armindo Araújo campeão nacional de ralis pela sétima vez

A dupla Armindo Araújo/Luís Ramalho, em Skodia Fabia Rally 2 Evo, sagrou-se hoje campeão nacional de ralis pela sétima vez na carreira, ao ser terceiro no Rali da Água-CIM Alto Tâmega, prova ganha por Bruno Magalhães/Carlos Magalhães (Hyundai i20 N Rally 2).

Armindo Araújo/Luís Ramalho concluiu a prova com o tempo de 1:01.42, terminando a 34,6 segundos do vencedor, Bruno Magalhães/Carlos Magalhães. O campeão nacional de ralis de 2021, Ricardo Teodósio/José Teixeira (Hyundai i20 Rally 2), ficou em segundo lugar, a oito segundos do vencedor.

Um rali disputado até à última classificativa e que permitiu a Bruno Magalhães/Carlos Magalhães vencer com grande categoria. “Este é um rali que gosto muito e que já se tornou um talismã para a nossa equipa”, afirmou, depois de subir ao pódio.

Na hora da consagração, Armindo Araújo manifestou-se bastante satisfeito pela vitória no campeonato nacional. “Esta é uma vitória saborosa, que tenho de partilhar com muita gente. Uma palavra de elogio para a organização do CAMI-Motosport. Quando temos grande equipas e adversários de excelência é muito bom sinal”, acrescentou o piloto de Santo Tirso.

Para além de Armindo Araújo, o Rali da Água – CIM Alto Tâmega consagrou também o novo campeão nacional de 2 rodas motrizes: Ernesto Cunha/Rui Raimundo (Peugeot 208 Rally 4).

Autarcas de Chaves e Boticas destacam projeto de excelência desenvolvido pelo CAMI-Motosport

Na hora do balanço, o presidente da Câmara Municipal de Chaves, Nuno Vaz, deixou palavras elogiosas à organização do CAMI-Motosport. “Este é um rali de grande beleza, com um crescimento sustentado. O CAMI-Motosport está de parabéns. Este é um projeto de excelência no panorama do automobilismo nacional e Chaves só pode estar orgulhosa de receber uma prova desta qualidade”.

Também o vice-presidente da Câmara Municipal de Boticas, António Augusto Pires, garantiu o total empenho da autarquia em “projetos de excelência, como é o caso do Rali da Água-CIM Alto Tâmega. Parabéns ao CAMI-Motosport, aos pilotos e apaixonados pela modalidade, permitindo um excelente fim-de-semana”.

Presidente do CAMI-Motosport garante continuidade do Rali da Água-CIM Alto Tâmega e com novidades para 2023.

Considerado um dos melhores a nível nacional, contando com o apoio dos municípios de Boticas, Chaves e da Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega, o Rali da Água – CIM Alto Tâmega teve, este ano, algumas novidades, especialmente nas provas especiais de classificação, para além da Super Especial, em Chaves, que teve a presença de milhares de pessoas a assistir, ao vivo e através da página oficial de Facebook do CAMI-Motosport.

“Estamos na Champions, na realização de provas da rali. Estamos e estaremos cá para o ano, com uma prova ainda melhor” afirmou o presidente do CAMI-Motosport, Nuno Loureiro.

Rali da Água-CIM Alto Tâmega continua ao rubro com classificação final totalmente em aberto

O segundo dia do Rali da Água-CIM Alto Tâmega, organizado pelo CAMI-Motosport, começou por uma alteração na liderança, após a TC 4 – CIM Alto Tâmega 1. Bruno Magalhães/Carlos Magalhães (Hyundai i20 N Rally 2) destronou José Pedro Fontes/Inês Ponte (Citroen C3) do primeiro lugar.

Classificação Geral após a TC 4 – CIM Alto Tâmega 1

1º – Bruno Magalhães/Carlos Magalhães (Hyundai i20 N Rally 2) – 25:50.4

2º – José Pedro Fontes/Inês Ponte (Citroen C3) – 25:51.7

3º – Ricardo Teodósio/José Teixeira (Hyundai i20 Rally 2) – 25:58.3

4º – Armindo Araújo/Luís Ramalho (Skodia Fabia Rally 2 Evo) – 26:02.3

5º – Pedro Meireles/Pedro Alves (Hyundai i20 N Rally 2) – 26:09.7

6º – Bernardo Sousa/Vitor Calado (Citroen C3 R5) – 26:16.6

7º – Miguel Correia/Jorge Carvalho (Skoda Fabia R5 Evo) – 26:24.5

8º – Paulo Meireles/Marcos Gonçalves (Hyundai i20N Rally 2) – 26:41.1

9º – Pedro Almeida/Mário Castro (Skoda Fabia R5 Evo) – 26:44.5

10º – Manuel Fernandez/Jose Murado (Citroen C3 R5) – 27:48.0

Ricardo Teodósio/José Teixeira vence TC 4 – CIM Alto Tâmega 1

O segundo dia do Rali da Água-CIM Alto Tâmega abriu com a TC 4 – CIM Alto Tâmega 1, classificativa ganha por Ricardo Teodósio/José Teixeira (Hyundai i20 Rally 2), com 7:37.6, seguido de Bruno Magalhães/Carlos Magalhães (Hyundai i20 N Rally 2), com +2.2, e José Pedro Fontes/Inês Ponte (Citroen C3), com +3.9.

Classificação TC 4 – CIM Alto Tâmega 1

1º – Ricardo Teodósio/José Teixeira (Hyundai i20 Rally 2) – 7:37.6

2º – Bruno Magalhães/Carlos Magalhães (Hyundai i20 N Rally 2) – 7:39.8

3º – José Pedro Fontes/Inês Ponte (Citroen C3) – 7:41.5

4º – Armindo Araújo/Luís Ramalho (Skodia Fabia Rally 2 Evo) – 7:42.8

5º – Bernardo Sousa/Vitor Calado (Citroen C3 R5) – 7:45.2

6º – Pedro Meireles/Pedro Alves (Hyundai i20 N Rally 2) – 7:45.8

7º – Miguel Correia/Jorge Carvalho (Skoda Fabia R5 Evo) – 7:51.6

8º – Paulo Meireles/Marcos Gonçalves (Hyundai i20N Rally 2) – 7:54.7

9º – Pedro Almeida/Mário Castro (Skoda Fabia R5 Evo) – 7:57.8

10º – Daniel Nunes/Nuno Mota Ribeiro (Ford Fiesta Rally 3) – 8:07.3

Mais seis classificativas, com passagem por Boticas

Hoje, os pilotos enfrentam mais seis provas especiais de classificação, com dupla passagem por CIM-Alto Tâmega, Carvalhelhos/Boticas e Boticas/Vidago, que na última passagem funciona como ‘power stage’, atribuindo pontos extra aos três pilotos mais rápidos.

Milhares na Super Especial e a assistir pelo Facebook da CAMI

Milhares de pessoas marcaram presença, ontem à noite, na Super Especial, realizada na cidade de Chaves. A prova teve emoção até ao fim, com o primeiro lugar a ser partilhado ex aequo pelas duplas Ricardo Teodósio/José Teixeira e Bruno Magalhães/Carlos Magalhães, ambos em Hyundai i20 N Rally 2), com o tempo de 2:20.6.

A assistência vibrou com a perícia dos pilotos e com o show dado no final pela equipa da Team Kart Cross. A prova, que foi também transmitida em direto, aqui, com o apoio da Movielight, foi seguida por mais de 20 mil seguidores, que não deixaram de apoiar os pilotos.

Entre os presentes esteve o presidente da Câmara Municipal de Chaves, Nuno Vaz, que, acompanhado do presidente do CAMI-Motosport, Nuno Loureiro, seguiu, bem de perto, as emoções de uma noite inesquecível.

O Rali da Água-Transibérico Eurocidade Chaves-Verín disputa-se nos dias 15 e 16 de setembro, numa organização do CAMI Motorsport.

Organizado por

Contactos

© CAMI Motorsport 2020 | Política de Privacidade | Desenvolvido por Ricardo Magalhães Design